PORTUGAL PIONEIRO NO FOTOVOLTAICO SOBRE ÁGUA

Portugal tornou-se no primeiro país a construir uma fábrica de energia hidro-solar. Na barragem do Alto Rabagão foram instalados 840 painéis fotovoltaicos flutuantes, aumentando a capacidade de pico para 220 kW, que aproveita a infraestrutura já existente na barragem, como os transformadores, os quadros elétricos e a ligação à rede elétrica, para o escoamento da produção anual.

Espera-se que o projeto gere 332 megawatts-hora no primeiro ano, o que equivale ao suficiente para alimentar 100 casas por um ano.

Este projeto pretende analisar a viabilidade económica da solução, “estudar o funcionamento, a exploração e os resultados de exploração desta solução e, com uma escala maior, chegar a valores concorrentes com as soluções tradicionais em terra”, referiu em janeiro à Lusa, Paulo Pinto, gestor do projeto.

Segundo o responsável, este projeto apresenta variadas vantagens, desde a redução de custos com a utilização da infraestrutura existente, à redução do impacte ambiental que a criação de um novo parque solar iria provocar. Este projeto é uma parceria entre a EDP Produção, a EDP Distribuição e a EDP Renováveis e o investimento foi suportado pela empresa. No caso deste projeto de complementaridade solar-hidroelétrica funcionar e for viável, a EDP poderá replicá-lo noutras barragens.

 

Veja o vídeo no link abaixo:
https://m-huffpost-com.cdn.ampproject.org/c/m.huffpost.com/us/entry/us_595f96dee4b02e9bdb0c0fa6/amp

Links pesquisados:
https://www.publico.pt/2017/01/21/economia/noticia/a-edp-quer-casar-a-energia-hidrica-com-a-solar-em-trasosmontes-1759105

http://www.dn.pt/lusa/interior/edp-inaugura-hoje-projeto-fotovoltaico-na-barragem-do-alto-rabagao-8613806.html
© DDN - Copyright 2019 | Privacidade
Developed by
OPTIMIZING CONCEPTS
Voltar ao topo