NOVO PAVIMENTO 100% DRENANTE

O pavimento drenante de betão é uma solução que se mostra bastante eficaz para o escoamento de águas pluviais em ruas, estacionamentos de superfície, calçadas e passeios, minimizando os custos e a manutenção a longo prazo.
Também pode ser utilizado como sub-base para outro tipo de acabamentos permeáveis, assim como, em campos de ténis ou desportivos, ciclovias, decks de piscinas, pisos de estufas ou em substituição de caleiras, drenos e calhas.

Os principais benefícios identificados são a gestão mais eficaz de águas pluviais, a redução de custos, a facilidade de instalação/execução e o acabamento estético.

Dado o seu elevado índice de permeabilidade, a água é rapidamente absorvida, proporcionando uma circulação de veículos mais segura, reduzindo os riscos de hidroplanagem e inundações. Além disso, minimiza o impacto urbano sobre os ciclos de água (poluição dos ciclos de água com hidrocarbonetos de petróleo), fornecendo uma recarga natural das águas subterrâneas em ambientes urbanos. Do ponto de vista de licenciamento torna-se uma solução eficaz quando os índices de permeabilidade, exigidos pelos organismos governamentais, são elevados.

Do ponto de vista de custos, a solução é ainda mais atrativa já que, quer do ponto de vista de execução, quer de manutenção, a relação custo/benefício é bastante apelativa. A instalação de tubagem, bacias de captação ou galerias de infiltração, é muito reduzida ou quase nula.

A TARMAC apresenta três tipos de aplicações que podem ser utilizadas na construção de uma solução de pavimentação permeável, usando a solução TOPMIX PERMEABLE: para infiltração total da água, infiltração parcial ou apenas atenuação da incidência das águas pluviais.


Consoante o tipo de acabamento do pavimento que se pretende (asfalto, betão ou bloco) será necessário proceder ao dimensionamento das camadas.
A principal desvantagem deste tipo de soluções prende-se com o tipo de utilização, sendo possível apenas para tráfegos leves, estando totalmente desaconselhado a tráfego pesado.
Existem algumas situações que poderão equacionar a escolha deste tipo de solução que são pertinentes abordar, nomeadamente:

Baixas temperaturas – neste caso é necessário determinar a espessura necessária para a camada de atenuação (uma camada de armazenamento, composta por um agregado com 30-40% de vazios). É nesta camada que a água assentará (não dentro da estrutura da camada de superfície permeável), e assim, se a água congelar não terá qualquer efeito prejudicial;
Acumulação de lixo e resíduos – com uma taxa de permeabilidade média de 36.000 mm/h, teria de ser uma quantidade irrealista de lixo para que a superfície do pavimento ficasse bloqueada e não funcionasse eficazmente. Porém, este tipo de piso não é recomendado para locais onde serão desenvolvidas atividades passíveis de produzir demasiados resíduos sedimentares pesados, tais como, serrações ou grandes centros de reciclagem;
Suscetibilidade de aparecimento de uma dolina – estes fenómenos acontecem quando uma camada de rocha debaixo da terra é dissolvida pela água ácida (combinação da água da chuva com o gás carbónico (CO2) da atmosfera ou do solo). Por isso, é muito importante a investigação do solo através de um estudo geológico, antes da implementação deste tipo de solução.
A utilização do piso durante a fase de obra é desaconselhada, devido à grande produção de resíduos, aumentando a probabilidade de entupimento.
A TARMAC é uma empresa certificada pela ISO 9001 e apresenta soluções devidamente certificadas pelos organismos competentes do país de origem, assim como, pelas ISO 14001 e OSHAS 1800, entre outras certificações.


Assista a um vídeo exemplificativo desta solução: https://youtu.be/vlFX_WTFIis
© DDN - Copyright 2019 | Privacidade
Developed by
OPTIMIZING CONCEPTS
Voltar ao topo