Edifícios Autossuficientes: O Próximo Passo

Com a consciência ambiental cada vez mais enraizada, a visão de existirem edifícios autossuficientes tornou-se realidade, com a introdução de sistemas que permitem baixar consideravelmente, os consumos hídricos e energéticos dos edifícios.

No Brasil, o edifício Eurobusiness, em Curitiba-PR, obteve em 2019, a certificação LEED Zero Water, tendo sido reconhecido pelo US Green Building Council (USGBC), como o primeiro do mundo a tornar-se autossuficiente na geração da água que consome. Esta independência do abastecimento fornecido pela concessionária pública foi obtida através da implementação de sistemas que utilizam várias fontes alternativas de água, que incluem o aproveitamento da água da chuva, águas provenientes das redes de condensados dos ares-condicionados, utilização de um poço artesiano e o tratamento de águas cinzentas e negras.

A autossuficiência no consumo de água foi obtida, graças ao tratamento de 100% das águas residuais geradas, que após tratamento são reutilizadas para rega e descargas dos autoclismos, e pela inovação do aproveitamento das águas da chuva, onde o telhado foi transformado numa piscina com capacidade para receber uma lâmina de água com 11 centímetros de espessura. Parte dessa lâmina foi coberta com cascalho fino, onde foram colocadas plantas aquáticas que prosperam na água, tornando essa zona húmida e parte constituinte do sistema de tratamento das águas residuais, tendo este sistema sido fundamental para o sucesso do projeto.


Além do aproveitamento da água, o edifício dispõe de 38 painéis fotovoltaicos, que auxiliam na redução de consumo de energia da rede elétrica convencional.

Todos estes sistemas implementados na construção do Eurobusiness geram uma economia de 150 mil euros por ano ao condomínio, demonstrando assim, que o investimento inicial neste tipo de sistemas, além de beneficiar o ambiente, introduz poupanças significativas nos custos do edifício a curto prazo.



Site pesquisado: https://www.cimentoitambe.com.br/massa-cinzenta/predio-e-o-1o-do-mundo-a-gerar-toda-a-agua-que-consome/
© DDN - Copyright 2021 | Privacidade
Developed by
OPTIMIZING CONCEPTS
Voltar ao topo