A CASA DO FUTURO

A Aktivhaus B10 é um edifício único com cerca de 90 m2 que produz o dobro da energia face à que necessita para o seu consumo, tendo ainda a capacidade de alimentar dois veículos elétricos e duas bicicletas elétricas. O programa foi desenvolvido pelo Stuttgart Institute of Sustainability Stiftung. A casa produz energia através de um sistema instalado no telhado que combina placas fotovoltaicas e tecnologias solares térmicas, gerando eletricidade e calor ao mesmo tempo. No total, a casa deverá gerar cerca de 8.300 kWh por ano e utilizar 4.200 kWh por ano. A energia excedente é fornecida para a casa vizinha ou para a rede.

O consumo de energia é reduzido ao mínimo pelo alto desempenho térmico do edifício. Aquece-se e arrefece-se utilizando uma bomba de calor, com uma matriz de gelo e um depósito de armazenamento de energia solar como fonte de calor. A única outra energia usada para aquecimento e arrefecimento é gerada a partir da matriz fotovoltaica do edifício que é utilizada para alimentar a bomba.

O comando do dispositivo de automatização do sistema de energia, pode ser controlado por meio de smartphones ou tablets, e inclui ainda a cobertura automática das janelas por painéis isolantes que evitam qualquer desperdício de energia durante a noite.

Este sistema de automatização ligado à internet é controlado, usando um aplicativo móvel, que se conecta via Wi-Fi quando o utilizador está dentro da casa, ou através de sinal de telemóvel, se os mesmos estão longe de casa, permitindo também que o edifício se prepare para quando os ocupantes regressem. As posições dos carros elétricos são controladas por GPS, de modo a que o aquecimento possa ser ligado quando necessário. Também é possível que a iluminação seja ligada ou desligada e as persianas se levantem ou baixem.



Entre as suas funções, o sistema de gestão de energia, adapta-se com as rotinas dos seus utilizadores para garantir que o edifício está devidamente alimentado e os carros elétricos adequadamente carregados, quando necessário, garantindo ao mesmo tempo que a utilização global seja minimizada, mesmo quando os ocupantes da casa não se encontram durante o dia, colocando os sistemas em modo de poupança de energia.

A Aktivhaus B10 possui o formato retangular simples com piso térreo, mas pode receber mais pisos, tornando possível a criação de edifícios residenciais multifamiliares com características autosustentáveis. A fachada segue linhas horizontais e é coberta por vidros semi translúcidos na parte frontal, otimizando o aproveitamento de luz e ventilação naturais.

Nesta fase inicial do projeto, a residência será totalmente desmontada e reconstruída noutro local. Numa segunda fase do projeto, está previsto que dois estudantes morem numa destas casas para testar o desempenho dos sistemas em tempo real.

Fonte: http://techne.pini.com.br/
© DDN - Copyright 2019 | Privacidade
Developed by
OPTIMIZING CONCEPTS
Voltar ao topo